Amvap-Saúde encerra os atendimentos de 2021

Com o recesso de fim de ano, o consórcio Amvap-Saúde fica fechado nesta quinta (30/12) e a sexta-feira 31 de dezembro.  A unidade que é localizada no bairro Industrial em Uberlândia volta a abrir as portas na segunda-feira 03 de janeiro de 2022.

De acordo com a coordenadora administrativa Erondina Fernandes, a fase agora é de fazer novas contratações para os atendimentos do próximo exercício. “No começo do ano todos os municípios assinam novos contratos de rateio, que é o vínculo da cidade com o Consórcio para 2022. A partir daí o município já pode utilizar os serviços oferecidos.

A semana foi de fechamento do balanço de atendimentos de 2021. Os serviços ao público foram encerrados no dia 17 de dezembro, porém algumas especialidades tiveram os serviços estendidos até a data de 29/12 para atendimento de eventuais urgências dos municípios associados, como exames de tomografia, ressonância, raio x e ultrassom.

“A maioria dos procedimentos tiveram encerramento em 17/12, mas decidimos ampliar o prazo de alguns porque, caso precise, o município tem o atendimento pelo Consórcio. Além disso, pensamos em imprevistos que podem acontecer com as pessoas, como uma queda, por exemplo, que poderá necessitar de exame dentro dessas especialidades”, explica Erondina.

De acordo com o balanço preliminar feito pelo Consórcio Amvap-Saúde sobre o número de procedimentos realizados, de janeiro até a quarta-feira (29/12) foram 45.269 mil atendimentos, que resultaram em um investimento de R$7.153.961,39. Somente no mês de dezembro foram 4.116 atendimentos ao público.

O consórcio conta hoje com o total de 13 colaboradores, dentre enfermeiros, técnicos de enfermagem, coordenadores de departamentos e assistentes administrativos e oferece diversos procedimentos médicos dentre consultas especializadas, exames de média complexidade e cirurgias eletivas. Do ano passado para este ano aumentou de 33 para 99 os tipos de cirurgias eletivas que o Amvap-Saúde disponibiliza aos seus municípios.

“Incluímos neurocirurgias, cirurgias ortopédicas que antes não tinha. Isso amplia o atendimento da população e reduz a demanda das cidades. Vejo o Consórcio como uma ferramenta indispensável para a região”, afirma a coordenadora administrativa.