Grupiara e Iraí de Minas passam a integram o CISTM

Mais dois municípios passaram a fazer parte do Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Triangulo Mineiro – CISTM, Grupiara e Iraí de Minas somam esforços junto aos outros 20 municípios que já integravam o consórcio. Durante reunião de prefeitos na manhã desta sexta-feira (09/04) o presidente do CISTM e prefeito de Tupaciguara, Francisco Neto, ressaltou os esforços conjuntos em busca de levar o melhor atendimento em saúde aos cidadãos da região.

“Quero dar as boas-vindas os dois municípios que passaram a integrar o CISTM. Como presidente do consórcio quero me pôr à disposição dos prefeitos para buscarmos sempre inovar e trazer aquelas demandas da saúde pública que nossos cidadãos mais precisam, sejam bem-vindos Grupiara e Iraí de Minas”, concluiu Neto. Para a Secretária de Saúde de Grupiara, Edilaine Luzia Franzão Machado, a entrada do município no Consórcio é um grande passo para oferecer atendimento em saúde de qualidade aos cidadãos. “O Convênio ajuda muito diminuindo custos na realização dos procedimentos de saúde e também a cobrir uma demanda maior de atendimentos de nosso município” completou Edilaine.

Ao longo desta semana o presidente esteve em despacho na sede do consórcio no distrito industrial em Uberlândia assinando documentos e consolidando a entrada dos municípios ao consórcio.

Com a entrada de duas novas cidades o CISTM soma 22 municípios consorciados. O CISTM tem sido uma importante ferramenta na soma de esforços por medidas capazes de barrar o avanço no número de casos de Covid na região. Além de promover o diálogo entre os municípios para o alinhamento de medidas preventivas, o consórcio tem trabalhado na busca de recursos para o desenvolvimento constante dos serviços oferecidos.

Em fevereiro o presidente do consórcio levou ao Governo do Estado de Minas Gerais ofício solicitando a instalação de um hospital de campanha na luta contra o Coronavírus.

No trabalho contínuo do consórcio, o CISTM vem buscando respostas rápidas e de qualidade aos anseios nas demandas mais urgentes de saúde púbica em complemento ao Sistema Único de Saúde-SUS. Tanto que concluiu nas últimas semanas a contratação de dezenas de procedimentos, desde consultas especializadas, exames diagnósticos e cirurgias eletivas, todos a disposição dos municípios consorciados.