O papel do álcool em gel na prevenção ao Coronavírus

Umas das principais armas de prevenção nesta pandemia provocado pelo COVID-19 tem sido o uso do álcool em gel. Na hora de higienizar as mãos, a praticidade e eficiência do produto é indiscutível o que fez dele forte aliado na luta contra o vírus.

Especialistas indicam que a higienização das mãos é um fator importante na prevenção. Isso porque um dos principais meios de contaminação se dá no contrato das mãos, que pode reter o vírus, com o nariz, os olhos e a boca. O álcool usado da maneira correta consegue barrar vírus, e portanto se tornou indispensável em locais onde ainda circulam pessoas.

O álcool em gel, no volume 70%, é o mais eficiente por demorar um certo tempo para evaporar. Esse tempo é necessário para que a reação do álcool consiga matar o vírus. Álcool líquido, ou em concentrações alcoólicas mais elevadas evaporam antes do vírus ser eliminado.

A eficiência do álcool é indiscutível, mas especialistas ainda alertam que água e sabão continuam sendo a melhor maneira de higienizar as mão. O próprio álcool, usado muitas vezes em sequência, cria uma camada na pele que dificulta que as próximas aplicações façam efeito. Portanto fica o alerta, mesmo com o uso do álcool em gel é indispensável lavar as mãos.