Hidroxicloroquina: um alerta quanto ao uso do medicamento para o COVID-19

A Hidroxicloroquina, ganhou repercussão em função de seu suposto potencial no combate ao novo Coronavírus (Covid-19). O medicamento é usado contra malária e doenças autoimunes.

No entanto especialistas alertam que não há comprovação do efeito do uso do medicamento contra o novo Coronavírus. E alertam também que não é possível garantir que pacientes que foram curados, com uso do medicamento no complexo de tratamento, tiveram resultado de cura exclusivamente atribuído ao uso da substância.

As notícias que mostram pesquisas no uso da Hidroxicloroquina já fizeram com que muita gente buscasse o medicamento provocando até mesmo desabastecimento nas farmácias.

A Organização Mundial da Saúde – OMS, anunciou que diversas pesquisas estão sendo feitas, já que testar princípios ativos comprovadamente eficazes em outras doenças é uma das maneiras de encontrar possível solução a Covid-19.

Mas a própria OMS orienta que não há efeitos comprovados ainda da eficácia da substância, especialmente como forma de evitar o contágio, portanto chama atenção aos cidadãos que não façam o uso irresponsável desta ou qualquer outra substância que não tenha sido prescrita por um médico de sua confiança.